27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,82GW

Solis apresenta alta nas vendas em meio à pandemia da Covid-19

Autor: 9 de setembro de 2020Licitações
Solis apresenta alta nas vendas em meio à pandemia da Covid-19

A fabricante de inversores fotovoltaicos Solis registrou um aumento de 77% na receita de vendas externas neste ano, segundo relatórios financeiros da empresa. A receita operacional semestral ficou em torno de US$ 106,6 milhões.

Apesar da crise econômica causada pela Covid-19, a fabricante está se expandindo na área de disseminação de inversores de string em todo o mundo, visando atender às necessidades de clientes em todos os segmentos da indústria solar. 

Um exemplo disso é o inversor fotovoltaico híbrido inteligente, desenvolvido para maximizar o autoconsumo de clientes residenciais, enquanto aumenta a eficiência e o retorno geral.

Atualmente, a Solis tem uma capacidade de produção de 5 GW e pretende expandir esse valor para 20 GW até 2021-2022. Além disso, a fabricante conta com 15 GW de entregas globais, que resulta em mais de US$ 200 milhões em ativos, e possui produtos vendidos em mais de 100 países e regiões.

A empresa, que completa 15 anos de história nesta quarta-feira (9), recebeu, neste ano, o prêmio “All Quality Matters” da TÜV Rheinland para seus inversores comerciais Solis-(25-50)K-5G em reconhecimento pela excelente qualidade do produto. 

Em 2019, a Solis ficou em terceiro lugar entre as marcas asiáticas no Relatório de Inversores Bancáveis de 2019, divulgado pela Bloomberg NEF.

Investimento em P&D

Yiming Wang, fundador da empresa e professor colaborador na Universidade de Ningbo, mantém uma estação de trabalho acadêmica conjunta com a Universidade de Shangai, focada no segmento de utilitários, como o inversor de string Solis 255K de 5ª geração, e em sua divisão de planta fotovoltaica.

O inversor, projetado para ambientes hostis, incorpora um design recorde de 12 MPPTs, uma eficiência máxima de 99%, além de suportar uma relação CC/CA de 200%. Isso proporciona a capacidade de lidar com uma corrente de entrada CC máxima de 15 A, bem como ser compatível com módulos de pico de watts mais altos e os mais recentes módulos bi-faciais de 500 W.

Planos de expansão

A Solis, localizada na província de Zhejiang, China, pretende fortificar a presença nos mercados europeus e asiáticos, a partir do status de primeira fabricante de inversores string a ser listada na Bolsa de Valores de Shenzhen, combinado com seus planos de expansão apoiados pela cultura de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento).

Recentemente, a fabricante também foi reconhecida com o prêmio de “Campeão Oculto” da província pela Comissão Regional de Economia e Informação da Província de Zhejiang, que considera o impacto positivo da Solis na comunidade local, meio ambiente e economia.

Segundo, Desheng Lei, diretor de vendas da Solis, a geração distribuída é o maior mercado da empresa e o desempenho em 2020 tem sido muito bom. “O mercado de GD não foi muito afetado pelo coronavírus, temos boa reputação em qualidade e confiabilidade. Portanto, nossa parceria com nossos clientes é muito estável. Lançamos vários produtos novos neste ano e toda a linha agora é de 700w a 255kw. Isso significa que podemos oferecer soluções diferentes para clientes diferentes.”

 

{loadmoduleid 257}

{loadmoduleid 345}

{rfbcomment}100%{end-rfbcomment}

Vitória Gomes

Vitória Gomes

Jornalista com experiência em reportagens diárias e edição de áudio. Graduanda em Comunicação Social na PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.

Licitações

SolarEdge registra crescimento no lucro no 3º trimestre de 2020

A SolarEdge relatou que atingiu, entre julho e setembro de 2020, um faturamento de US$ 338,1 milhões, o que representou uma alta de 2% em relação ao valor registrado no segundo trimestre. Além disso, a fabricante também informou que seu resultado operacional trimestral foi de US$ 30,4 milhões e o lucro líquido foi de US$ 43,8 milhões. No terceiro trimestre, a SolarEdge ainda embarcou cerca de 1.415 MW de seus produtos, dos quais 708 MW no segmento residencial e 743 MW no comercial. No total, a empresa vendeu cerca de 125.500 inversores e 3.272 otimizadores de energia de julho a…
12 de novembro de 2020
Licitações

Jinko Solar prepara listagem no mercado STAR da China

Após conseguir RMB 3,1 bilhões (aproximadamente US$ 458 milhões) por meio de uma rodada de financiamento de capital, a Jinko Solar Holding anunciou que está se preparando para listar sua subsidiária Jiangxi Jinko no mercado STAR da China. As notícias surgiram pela primeira vez em setembro, quando a empresa disse que estava considerando a possível listagem a fim de impulsionar um novo crescimento e atrair investimentos futuros. “A conclusão bem-sucedida desta arrecadação de fundos representa um marco importante para nós e nos leva um passo mais perto da listagem planejada. Também nos fornece o capital para expandir nossa capacidade e…
12 de novembro de 2020
Licitações

Stäubli investe em P&D para garantir sistemas fotovoltaicos seguros

A Stäubli, fornecedora suíça de conectores elétricos para sistemas fotovoltaicos, tem investido em P&D (pesquisa e desenvolvimento) com o objetivo de aprimorar suas soluções para o setor solar e torná-las mais seguras. A divisão de conectores elétricos do grupo suíço, que possui uma cooperação plurianual com o Laboratório de Sistemas Fotovoltaicos da BFH (Universidade de Ciências Aplicadas de Berna), é especialista em soluções de conexão elétrica ​​para muitos setores industriais. “No laboratório fotovoltaico da BFH, além do monitoramento de longo prazo e dos testes de qualidade de sistemas e componentes fotovoltaicos, também analisamos as condições técnicas subjacentes para aumentar a…
31 de outubro de 2020
Licitações

Trina vai aumentar produção de painéis de 500 W e 600 W em 15 GW até 2023

A Trina Solar anunciou que vai ampliar sua capacidade de produção de painéis solares em 15 GW. A estimativa é que o projeto custará por volta de 3 bilhões de yuans (R$ 2,5 bilhões), dos quais 1,5 bilhão de yuans (R$ 1,2 bilhão) serão utilizados na compra de equipamentos. Segundo a fabricante, a construção deve começar ainda neste ano e será finalizada em 2023. Para isso, a empresa assinou um acordo de cooperação e investimento com o Comitê de Administração da Zona de Desenvolvimento Industrial de Alta Tecnologia Nacional de Changzhou, na China. A Trina planeja atualizar todas as suas…
1 de outubro de 2020