27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Volkswagen firma parceria para impulsionar produção de caminhões elétricos

Grupo Moura e CATL serão responsáveis por fornecer sistemas de baterias de lítio para os novos automóveis

Autor: 22 de julho de 2021Veículos elétricos
Volkswagen firma parceria para impulsionar produção de caminhões elétricos

Impulsionar a produção de caminhões elétricos no Brasil. Esse é o objetivo da VWCO (Volkswagen Caminhões e Ônibus), que anunciou que firmou uma parceria com o Grupo Moura e a chinesa CATL (Contemporary Amperex Technology) para transformar o panorama da eletrificação veicular no país.

Segundo a montadora, tais empresas serão responsáveis por fornecer sistemas de baterias de lítio e seus componentes para os novos automóveis. Produzidos em Belo Jardim (PE), com componentes CATL e também nacionais, os produtos atenderão aos modelos e-Delivery de 11 e 14 toneladas. 

Leia mais: Volkswagen começa produzir caminhão 100% elétrico no Brasil

De acordo com o Grupo Moura, as baterias utilizam a química Lítio, Ferro e Fosfato (LFP), que se destaca pelo maior tempo de vida útil e maior densidade energética, além de ampla capacidade para suportar ciclos profundos (recargas totais após descargas completas).

“Com 63 anos de história, a Moura trouxe ao projeto sua expertise e foco em inovação como parte da transformação do mercado veicular do Brasil. Mais uma vez, integramos o epicentro da mudança do setor automotivo ao firmar esta importante parceria”, destacou Fernando Castelão, diretor da divisão de lítio da empresa. 

As baterias de lítio atenderão aos modelos e-Delivery de 11 e 14 toneladas

Após a produção em Pernambuco, os sistemas seguem para a fábrica da Volkswagen em Resende, onde a Moura está na linha de produção do caminhão.

Ademais, a mesma também deverá viabilizar a destinação final adequada e/ou reciclagem das baterias ao fim da sua vida útil. “Seremos responsáveis por toda cadeia envolvendo as baterias de lítio: do suporte técnico ao projeto, logística e importação de componentes, montagem e instalação nos carros na fábrica, seguida da energização dos caminhões, assistência técnica e destinação final.”, apontou Castelão.

Moura aposta em diversos segmentos

Voltada inicialmente para o ramo automotivo, a Moura ampliou a sua atuação para outros segmentos, produzindo, hoje, baterias e sistemas de acumulação de energia para as mais diversas aplicações, como motos, barcos, empilhadeiras, nobreaks, metrôs, trens, estações de telefonia, sistemas de armazenagem, entre outros. 

A empresa constituiu uma unidade de negócios dedicada a desenvolver comercial, industrial e operacionalmente a atuação no mercado de baterias de lítio, com projetos em andamento para a mobilidade elétrica em veículos, caminhões, ônibus, empilhadeiras e outros, além de telecomunicações, solar e armazenamento de energia.

GDSolar firma parceria com Volkswagen

A GDSolar anunciou que participará do e-Consórcio desenvolvido pela VWCO. Em conjunto com parceiros como Bosch, ABB e Siemens, a companhia fornecerá soluções para a adoção de frotas comerciais elétricas movidas à energia solar no país, por meio do e-Delivery.

Criado em 2019, o projeto segue o modelo do consórcio modular, que facilitará o acesso à tecnologia elétrica em veículos comerciais. 

O sistema prevê desde a montagem dos caminhões até a infraestrutura de recarga e gerenciamento do ciclo de vida das baterias da frota, incluindo o descarte. Ambev, Coca-Cola FEMSA Brasil e JBS são as primeiras a adquirir os modelos eletrificados da Volkswagen.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.