7 de dezembro de 2023
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 11,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 24,8GW

HT SAAE inicia operação no Brasil e anuncia Fábio Furtado como embaixador da marca

Empresa atua desde 1960 no desenvolvimento de tecnologia solar para o programa de satélites da China

Autor: 3 de agosto de 2023Mercado
2 minutos de leitura
HT SAAE inicia operação no Brasil e anuncia Fábio Furtado como embaixador da marca

Fábrica de painéis solares da HT-SAAE. Foto: Divulgação

A multinacional chinesa HT-SAAE, que pertence a CASC (Agência Espacial Chinesa), anunciou a sua entrada no mercado fotovoltaico brasileiro e a contratação de Fábio Furtado como embaixador para atuar no desenvolvimento da atuação da marca no Brasil. 

Segundo a companhia, a vinda para o Brasil tem como meta expandir ainda mais o mercado fotovoltaico no país, apresentando uma tecnologia solar desenvolvida desde 1960 pela empresa que, inicialmente, era voltada para o programa de satélites da China.

Ainda de acordo com a empresa, a chegada de Furtado representa um maior investimento na área de growth, com a expansão especialmente do setor de marketing.

“Temos um grande vácuo de conhecimento sobre as tecnologias e metodologias de validação da real qualidade dos módulos fotovoltaicos. E, também, uma falsa impressão que os integradores e consumidores finais fazem uma escolha apenas pelo preço. A verdade é que nunca vimos um investimento em marketing forte para essa categoria de produto que gerasse o desejo e a demanda no consumidor”, destaca Furtado.

Ele ainda pontua a importância de se discutir sobre a qualidade e a garantia oferecidas pelos fabricantes. “A HT assume o compromisso em elevar ainda mais o nível da concorrência e a consciência do mercado, uma vez que a empresa apresenta indicadores importantes como Top Performer pela PVEL e também Tier 1 pela Bloomberg”, ressalta.

Furtado também enfatiza que a HT-SAAE possui uma cadeia completa controlada que promete elevar o nível de competição e qualidade no mercado brasileiro.

“A estatal chinesa se acentua no mercado por ter uma cadeia de produção industrial verticalizada, com controle sobre os processos de fabricação dos módulos desde a extração do silício em fábrica própria na Mongólia, produção do wafer e célula fotovoltaica na China e na Turquia, até a finalização do módulo em si”, comenta.

Hoje a HT SAAE, conta com mais de 20 fábricas e 108 centros comerciais ao redor do mundo. No Brasil, a empresa já possui mais de 100 MW instalados em usinas de pequeno, médio e grande porte, com clientes renomados, como a HCC, que já importa módulos do fabricante desde 2019.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.